segunda-feira, 2 de julho de 2007

Revisão Editora: ninho do negacionismo no Brasil




Revisão Editora: ninho do negacionismo no Brasil

Pertence ao neonazista Siegfried Ellwanger. Através de mentiras, falácias, distorções, fraudes e todo tipo de falsificação da verdade, esse editor negacionista que foi condenado pela justiça brasileira, por cometer crime de racismo, tenta provar que, durante o reinado do nazismo na Europa, nunca houve campos de extermínio e que os alemães é que foram vítimas de um holocausto perpetrado por judeus.

Trata-se de material que ninguém com mais de meia dúzia de neurônios pode levar a sério.

A Revisão começou com a insidiosa estratégia de contestar a existência do Holocausto, o que a aproximou do movimento denominado “revisionismo” histórico. Com adeptos nos EUA e Europa, o movimento propõe rever através de dicotomias estúpidas, pseudo-argumentos e entre outros cínicos embustes, os acontecimentos diabólicos da Segunda Guerra engendrados pelo regime de Adolf Hitler.

Mas tal movimento, nos meios acadêmicos, é denominado negacionista, pois, analisando-o detalhadamente, nota-se que a principal característica de seus adeptos - que não passam de racistas arcaicos - é a defesa do anti-semitismo e a negação do Holocausto.

Em suma, o gaúcho Siegfried Ellwanger, na condição de sócio diretor da Revisão Editora Ltda. editou, distribuiu e vendeu diversas obras de autores estrangeiros e nacionais, de forte caráter anti-semita, além de uma obra própria, publicada sob o pseudônimo S.E. Castan, intitulada "Holocausto Judeu ou Alemão - nos bastidores da mentira do século", de mesmo caráter.

Veja o site da Revisão Editora:

http://revisao.grupodirlip.org/principal.htm

4 comentários:

LTD disse...

Os sionistas não negam o holocausto palestino ? Só é crime negar o holocausto judeu, né...

Reinaldo disse...

"meia dúzias de neurônios"... rsrsrs

Seria engraçado se não fosse trágico. Por que a mídia mundial faz tanto estardalhaço sobre este extermínio da II guerra mundial?

Ninguém diz nada sobre a guerra do golfo? Sobre o vietnã? Sobre a guerra do Iraque?

Será que os EUA não violaram mulheres, mataram crianças e civis, e muitas outras atrocidades?

Realmente estes livros dão o que pensar... afinal, somos levados a pensar conforme querem.

Por isso hoje já não se lê mais livros como "História Secreta do Brasil" de Gustavo Barroso, afinal a lavagem cerebral que fizeram deixaram os jovens apenas com meia dúzia de neurônios: só conseguem ir pra orgia, fumar e beber.

RT Erótico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Evandro Almeida da Silva disse...

As trapaças do povo hebreu estão na biblia, é so conferir os sionistas não aceitam questionamentos.